NOTÍCIAS
18.05.2010
Papaventuras é vice em Rio do Sul
Equipe Papaventuras fez bonito em terras catarinenses...
Nos dias 15 e 16 de maio de 2010 aconteceu a Etapa Bituin, que também somou pontos para o Ranking Brasileiro da Modalidade. A disputa ocorreu em dois graus de dificuldade: Aventura (42km) e Expedição (138Km), passando em 5 municípios: Ibirama, Apiúna, Lontras, Rio do Sul e Presidente Getúlio.
Dividida em dois tipos de formação (duplas ou quartetos), foi uma prova muito disputada e estratégica. Além dos 8 Postos de Controle (PC´s) de passagem obrigatória, a prova possuía mais 6 pontos facultativos, onde os atletas poderiam buscar bônus ou deixar de tomar uma penalização de tempo. Isso fez com que as equipes adotassem diversos tipos de estratégia em função das qualidades individuais dos seus atletas e do trabalho em equipe. Para 13 equipes tivemos 11 tipos de estratégia diferentes. O tabuleiro do jogo: um mapa de uma área de 70,7 mil hectares, com incontáveis trilhas, estradas, rios e montanhas!
A Corrida Iniciou com 25km de canoagem, partindo do Bituin até próximo ao Salto Pilão, na cidade de Lontras. Largando as 15:50h de sábado, o quarteto gaúcho Papaventuras (de Venâncio Aires) levou apenas 2:08h para completar o trecho, seguida de perto pelas equipes Audax (Curitiba), Lagartixa (equipe mista de gaúchos e catarinenses) e Sulbrasilis (Florianópolis/Gaspar). O tempo estimado da remada, em condições normais do rio, seria em torno de 4 horas, porém como o rio estava bastante cheio e as equipes realizaram portagens rápidas, o tempo foi bastante inferior.
O segundo trecho (42km de Mountain Bike), iniciou na localidade de Riachuelo (Lontras), seguindo pela antiga estrada na margem direita do rio Itajaí-Açu até Apiúna, onde desceriam a serra para Ibirama por uma trilha, chegando na antiga ponte de ferro próxima ao acesso para Ibirama pela BR470. Seguiam então por dentro de Ibirama até chegar no Pesque Pague Trutas, no Ribeirão das Pedras. Neste trecho havia 3 pontos facultativos, quem tinha um forte ciclista na equipe obteve vantagem no trecho, pois podia enviá-lo aos pontos facultativos desgarrado do resto da equipe.
O primeiro quarteto a completar o 1° trecho de bike foi a Lagartixa (por volta da 21:15h), seguida de perto pela Sulbrasilis e Papaventuras. 20 min depois chega a Audax, com 10 min de vantagem para a Koru (Floripa), com uma penalização de 1h. 30 min depois chega Laelia/Abend (Joinville) com penalização de 40 min.
Neste ponto começa então o trekking de 25km na Serra Mirador, iniciando com 390m de altitude, chegando ao ponto culminante da região (824m) e em seguida descendo a 250m. A dificuldade inicial foi achar a entrada da trilha, em meio a diversas estradas de roça e reflorestamento. Ao encontrar a trilha a dificuldade foi a subida bastante íngreme, e no topo o frio e a falta de visibilidade para algumas equipes que foram pegas pela serração, além é claro de lama e solo encharcado. Neste trekking havia 2 pontos facultativos, que dariam uma bonificação de tempo de 45min cada, mas que poderiam levar a uma perda maior de tempo no caso de uma tentativa mal sucedida de alcançá-los. Antes da descida da montanha havia o PC5, onde os atletas deveriam mostrar o registro de passagem pelos facultativos. Neste ponto a equipe Laélia acabou saindo da disputa, pois plotando as coordenadas erradas não encontrou o PC4 (desclassificação). Mesmo assim se divertiram fazendo toda a prova. As 4 primeiras equipes pegaram todas as bonificações (1:30h), chegando em 1º no PC5 a Sulbrasilis, seguida bem de perto pela Papaventuras. Ambas mandaram bem na bússola neste trecho, conseguindo vantagem. Quase meia hora depois chega a Lagartixa, e em torno de uma hora depois Audax e Koru, porém esta última somente com 45min de bonificação. Disputa ainda bastante embolada!
Após o PC5 vinha a descida da Serra, que podia ser pela Serra Tucano (estrada de terra, 5km mais longa), ou então por uma trilha que fazia um atalho, porém difícil de encontrar. Agora quem vira o jogo é a Lagartixa, que encontra rapidamente a trilha de atalho e chega ao final do trekking em 1º lugar, apenas 6 min na frente da Papaventuras e 8 min na frente do 3° lugar Sulbrasilis. Importante frisar que os 3 ligth-stick´s que indicavam a entrada da trilha continuavam exatamente no mesmo local referênciado no mapa (eu mesmo – André - fui retirá-los domingo de tarde). Por volta das 2h da madrugada começa então o último trecho da prova: um Mountain Bike de 46km, bastante montanhoso, com uma parada no PC7 para uma atividade noturna que envolvia rappel e orientação. O Rappel e a Orientação foram feitos no Sítio Tabarelli, no Vale das Cachoeiras na cidade de Presidente Getúlio. Ao chegar no rappel (PC7), cada equipe recebia 2 mapas de orientação, onde haviam 4 prismas a serem encontrados. Era obrigatório achar pelo menos 1, sendo que cada uma achado a mais levaria a um bônus de 15min, podendo totalizar 45min. Neste ponto a equipe pegava os prismas como bem entendia, de bike, de trekking, ou de ambas as formas dividindo a equipe. Além disso, metade da equipe desceria de rappel diretamente na área de orientação. Algumas equipes enviaram o atleta do rappel sem mapa, não percebendo que após a saída do rappel ele precisaria navegar para sair. Isso fez com que alguns atletas tivessem dificuldades para encontrar a trilha de saída do local, prosseguindo pelo leito do rio e fazendo um “canyonning noturno” bastante crítico! O rappel possuía 70m de altura, e era feito em uma cachoeira, quase na totalidade negativo. Estava noite e muito frio nesta hora (e dá-lhe gente sacando a manta térmica!). A melhor opção prevista pela organização seria os atletas do rappel acharem os prismas das trilhas em sua saída, enquanto outro atleta seguisse de bike até os 2 prismas mais distantes, para depois entregar os mapas picoteados no PC.
Agora era rumo a chegada, mas que rumo? Havia muitas opções de rota nestes 30km finais de bike. Papaventuras (2º) e Sulbrasilis (3°) fizeram trajetos completamente diferentes, mas com praticamente o mesmo tempo: 3:29h e 3:30h, mantendo suas posições. A Lagartixa abriu ainda mais vantagem, ganhando a prova com o tempo final corrigido de 11:33h. A dupla da casa, Itajaí-Açu (formada por um integrante de Rio do Sul e um de Ibirama) venceu com o tempo corrigido de 13:55h, com Santa Rita em 2° e Prontomed em 3°.

Resultado:
1 Lagartixa / SC e RS / Ultrasport
2 Papaventuras / Venâncio Aires-RS / Orientista.com
3 Sulbrasilis Multiesporte / Florianópolis-SC / Sulbrasilis
4 Audax Aventura / Curitiba-PR
5 Koru / Florianópolis-SC
Descl Laélia-Abend / Joinville-SC


Confira todas as fotos
Fonte:Papaventuras
Newsletter
Receba em seu e-mail
as novidades da
Equipe Papaventuras
Nome
E-mail